Série – Crítica – Scandal

Scandal.pngVamos falar da última série que assisti. SCANDAL. A série não é nova, está no ar desde 2012 nos EUA e ainda em produção.

Você pode se questionar: lá vem a Bia de novo com mais uma série política/dramática. É verdade leitor, mais uma com o sistema político americano como plano de fundo, mas o que eu posso fazer, eu super me divirto com esse tipo de enredo, sempre fico surpresa com a capacidade do ser humano em fazer atrocidades com o outro (só que sem sangue – as vezes).

RESUMO

Para início de conversa apresento a equipe de Olívia Pope (personagem principal da série).

Scandal-6.jpg

Scandal conta a história de Olívia (Kerry Washington), que é uma das tramas mais engenhosas que eu já vi, o negócio basicamente não para, sempre tem uma novidade em torno e sobre essa mulher. O enredo é um pouco enlouquecedor pra ser bem sincera. Voltando ao resumo: Olívia é uma advogada que “resolve problemas”, fez carreira em Washington resolvendo os problemas mais ~cabeludos~ do mundo de todos. Trabalhou na campanha do atual presidente dos EUA e se envolveu romanticamente com ele. É, essa moça faz coisas não muito bonitas por assim dizer. Tem um escritório que conta com habilidosos associados. A série tem terrorismo, política, agência secreta, romance, crises, comédia… É tudo junto no mesmo pacote. Em suma, Olívia, seus associados, e demais pessoas da casa branca (assessores, primeira dama, senadores, etc.) fazem de tudo para “manter a ordem mundial” e a democracia nos EUA.

PORQUE VALE A PENA?

Essa não é uma daquelas séries que você deixa de ver um episódio e fica tudo bem, em Scandal não dá pra perder nem cinco minutos. Sério, é muita coisa acontecendo com muitas personagens e que convergem em uma única pessoa: Olívia Pope, ou Liv para os íntimos.

Vale a pena porque mesmo tendo um plano de fundo bem conhecido, a série tem muitas reviravoltas, não rola tédio sabe? Sempre tem uma nova emoção. Não vou mentir, tem horas que quero quebrar a TV e dar uns tapa na cara das personagens que insistem em serem apenas seres humanos irritantes que não aprendem nunca, mas isso é bem pouco comparado a quantidade de vezes que eu simplesmente quero ver mais sem parar.

scandal (1).png

Falando nisso, tem 4 temporadas inteiras no Netflix, te desafio a ver apenas a primeira.

A foto acima é um triangulo lindo no qual eu simplesmente não entendo porque Liv não fica com o solteiro lindo e pronto viu… (tapas na cara feelings).

Outro motivo para ver, é a complexidade das personagens nada secundárias, tem desde um assistente de gabinete maligno vivido incrivelmente por Jeff Perry, até um ex-agente em eterna crise emocional cujo qual você vai se apaixonar, o nome dele é “Huck” e é vivido por Guillermo Diaz.

Um paragrafo a parte para apresentar o presidente e a primeira dama dos EUA. A linda Bellamy Young que dá vida a Mellie com uma maestria fora desse mundo de tão boa que é. Essa é uma das personagens que eu não consigo nem de perto imaginar sendo vivida por outra atriz. Ela é incrível. Temos o querido Mr. presidente que além de ser um traidor de mulher insensível de uma figa, diz que tem o coração bom e até faz algumas coisas bem legais na série. Tony Goldwyn o interpreta de maneira OK, é um bom ator e tal, mas sei lá eu tenho um pouco de nojo (acho que deu pra perceber né). Não posso esquecer ainda do lindo maravilhoso e bonzinho também com seu lado bad Jake Ballard interpretado por Scott Foley (lembram dele em Felicity?). Dos gladiadores de Olívia: A melhor amiga de Liv, a ruiva Abby interpretada por Darby Stanchfield que traz um tom mais de comédia/sarcasmo para a série além de ter uma das histórias mais incríveis. Temos também uma personagem que é das que mais cresceram durante a série, Quinn interpretada por Katie Lowes. Parenteses para Katie que tem uma curiosidade bacana, ela dubla vários desenhos, vale clicar no link e conhece-la um pouco mais. Joshua Malina vive o promotor que teve a vida destruída e agora e o dono da cocada preta mas até quando?, David Rosen (personagem chave em diversos momentos). O último gladiador, é o esperto e também com seus segredos Harrison Wright, vivido por Columbus Short. Não é gladiador, mas não posso esquecer do pai de Liv, que gente, nem vou escrever nada dele porque é completo demais, mas Joe Morton dá um show vivendo Eli Pope.

1000x400-Q90_f8ec981ce0db9f897bac2b49c9ffce5d.jpg

APROVADA?

Sim. Vale a pena assistir Scandal, mesmo que não goste de política, porque as reviravoltas e emoções garantem a alegria e distração com sucesso. Obs.: tem alguns momentos que a autora dá uma viajada legal fazendo de Liv uma super mulher perfeita intocável salve salve que eu opto apenas por ignorar, mas irrita.

Para concluir, Kerry Washington ganhou diversos prêmios de melhor atriz pela série. Bellamy Young, a Mellie, Joe Morton o pai de Olivia, também foram premiados como coadjuvantes.

HT_KWashington_MEM_160429.jpg

Assistam e me contem depois o que acharam.

Bjinhus e fiquem com Deus

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s